Pilates com aparelho ou sem?

O Pilates é um exercício muito benéfico para o corpo e pode ser praticado com ou sem o auxílio de aparelhos. As diferenças entre as duas técnicas se encontram na variação dos exercícios, na força aplicada, no preço das aulas e nos resultados obtidos. Veja a seguir a diferença entre as duas modalidades:

Pilates com aparelho

Esse exercício é feito com a utilização de aparelhos idealizados por Joseph Pilates. Através dos aparelhos é possível conseguir maior variação dos exercícios e aulas mais dinâmicas, focadas na movimentação e fortalecimento do corpo inteiro.

Pilates sem aparelho

Também é conhecido como Pilates Solo ou Mat Pilates. Essa técnica desenvolve as habilidades de força, equilíbrio e fluidez do corpo sem o auxílio de aparelhos específicos de Pilates. Apesar de os aparelhos não fazerem parte da prática, é possível realizar exercícios com bola suíça e faixas elásticas. Nessa modalidade o seu corpo é o principal aparelho.

Força aplicada

Com aparelhos: Como os aparelhos de pilates possuem molas, é possível reduzir o esforço aplicado na execução dos exercícios. As molas também podem ser usadas para aumentar a força necessária. Dessa forma, o esforço aplicado durante a prática pode ser controlado, aumentando o nível de dificuldade quando houver a necessidade.

Sem aparelhos: Nessa modalidade não é possível escolher a força que deve ser aplicada, o que pode variar são os exercícios realizados. O instrutor não consegue facilitar e exigir mais do aluno no mesmo exercício.

Recuperação de lesões

Com aparelhos: A utilização de aparelhos ajuda no controle da amplitude dos movimentos. É possível, dessa forma, prevenir lesões e tratar lesões que já ocorreram. Muitos dos alunos que procuram as aulas

Sem aparelhos: Para que lesões não ocorram, é necessário a supervisão constante de um instrutor. O Pilates nesse formato normalmente é praticado em academias, onde há a supervisão de um profissional para muitos alunos, não sendo possível que o profissional acompanhe todos os movimentos de todos os alunos.

Custo

Com aparelhos: O custo dos aparelhos e o atendimento realizado em turmas menores faz com que essa modalidade tenha um custo mais elevado que outras aulas.

Sem aparelhos: O custo pode ser mais baixo, pois não há o desgaste de aparelhos. Além disso o custo do professor é diluído pela grande quantidade de alunos, tornando essa forma de Pilates mais acessível.

Resultados

Com aparelhos: Como é possível medir os esforços e evoluir os exercícios através dos aparelhos, essa é a forma que mais gera resultado para os alunos. É possível ver uma evolução contínua no aluno, e os exercícios nunca se tornam fáceis demais.

Sem aparelhos: A variedade de exercícios realizados sem aparelhos é menor e a intensidade dos exercícios é sempre a mesma. Isso faz com que um bom resultado seja notado no início da prática, porém, evolução não se mantenha constante.

Ambas as práticas são benéficas para o corpo por se tratarem de um exercício físico. Apesar do custo das aulas de Pilates com aparelho ser mais elevado, seus resultados são maiores e as aulas mais diversificadas. Por outro lado, o Pilates Solo pode ser praticado em qualquer lugar, pois não há a necessidade de aparelhos. Na hora de escolher a aula de Pilates certa para recuperar de uma lesão é preciso estar atento ao acompanhamento profissional e a intensidade moderada dos exercícios.

Com essas dicas ficou mais fácil de escolher? Continue lendo e aprendendo sobre Pilates aqui.

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais