A segurança das franquias – Posso confiar nesse tipo de negócio? 

A segurança das franquias – Posso confiar nesse tipo de negócio? 
Avalie este post

É comum que as pessoas se perguntem sobre a segurança das Franquias, especialmente porque esse é um investimento que precisa ser feito com cautela – já que será preciso utilizar suas reservas, como a poupança, e é necessário ter certeza de que valerá a pena. 

Mas, afinal, quais são as garantias que uma franquia pode te dar? Como saber se o negócio que está investindo é ou não seguro?

No texto de hoje, separamos algumas informações que vão te ajudar a decidir se a franquia que escolheu é ou não uma boa ideia. Confira abaixo!

Agende a Sua Aula Experimental

Agende a Sua Aula Gratuita num dos mais de 60 Espaços Pure Pilates em São Paulo.

 

É possível contar com a segurança das franquias?

 

Como qualquer negócio, esse modelo também tem riscos. Mas é plenamente possível saber qual a segurança das franquias que escolheu baseando-se em diversos critérios, como os que vamos explicar mais abaixo. 

É válido saber que, legalmente, você será responsável pelo negócio. Ou seja, se ele falir ou tiver algum problema para se manter, a franqueadora não possui nenhuma obrigação legal com esse processo. 

Por isso, é muito importante escolher muito bem o tipo de franquia em que você irá investir – assim, é possível impedir uma série de problemas. 

Dicas para ter mais segurança das franquias

 

Agora que explicamos que você irá responder legalmente pelo seu negócio, pelo seu fracasso ou sucesso, vamos às dicas que separamos para ter mais segurança das franquias e evitar problemas. Anote:

 

1- As seguranças que sua franqueadora oferece

 

Apesar de, legalmente, a franqueadora não ter responsabilidade por problemas na sua unidade – já que uma má administração também pode causar falência – muitas empresas do ramo investem em ações para evitar esse tipo de problema. 

É o caso da Pure Pilates, que conta com estudos para que sua franquia esteja bem localizada e possa receber sempre novos alunos – seja com ações de marketing ou mesmo ajuda na estruturação do studio. 

Ter esse tipo de apoio fará com que seja mais difícil ocorrer desgastes e, consequentemente, a falência. 

 

2- O produto ou serviço que você vende

 

Outro ponto importante é saber se o seu produto ou serviço é realmente interessante para aquele público – e, claro, se ele continuará interessante pelos próximos anos. 

Franquias de alimentos, academias e studios de Pilates, por exemplo, costumam ser atemporais, pois sempre terão pessoas interessadas em comprá-los. 

Agora, se você vai investir em algo muito inovador, como tecnologias recentes, é importante pensar: isso será válido por quanto tempo? 

Para saber a resposta, pesquise sobre o produto ou serviço que irá oferecer. Descubra se eles serão bem recebidos por um longo tempo – afinal, você vai querer que esse negócio dure. 

 

3- A relação entre o franqueado e o franqueador

 

Será que a franquia que você pretende abrir tem uma relação boa com os seus franqueados? Você vai ter suporte quando precisar? Conseguirá contato com os responsáveis em caso de dúvidas?

Descubra as respostas para essas perguntas e sempre analise se vale a pena continuar investindo naquele segmento. 

 

Gostou das nossas dicas sobre a segurança das franquias? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos! Até a próxima! 

Deixe seu comentário

Descubra como Pure Pilates Ajudou Mais de 15.000 Pessoas

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais