4 dicas para respirar melhor

Que a respiração é imprescindível para nossa sobrevivência isso todos sabemos, e inclusive já falamos AQUI sobre a forma correta de respirar e os diversos benefícios que esse hábito trará para a sua vida. Mas a  respiração não é somente responsável por manter nosso organismo vivo e em funcionamento, ela também pode ajudar na diminuição do estresse e  da ansiedade, a realizar exercícios físicos com maior exatidão, e até mesmo a corrigir problemas nasais. Por isso, reunimos aqui 4 dicas de como respirar melhor.

 

Pratique pilates

 

A prática do pilates vai te ensinar a respirar corretamente e também a conciliar os exercícios com a respiração, o que vai lhe ajudar (e muito!) a realizar todos os movimentos com maior precisão e consequentemente, a ter melhores resultados. A postura correta, que é outro princípio  básico do pilates, também vai lhe ajudar a respirar melhor, entre outros tantos benefícios.   E além de tudo disso, você se tornará mais consciente da forma como respira durante todo o dia, o fará toda a diferença na sua qualidade de vida.

Livre-se do estresse e da ansiedade

 

Você pode observar, quanto estamos ansiosos ou estressados nossa respiração tende a ficar mais curta e rápida, o que contribui negativamente para  a sua condição. Segundo especialistas, a respiração consciente nesses momentos ajuda a equilibrar o organismo e também traz o indivíduo ao momento presente, o que diminui  o sentimento de ansiedade. Lembra daquela famosa frase “conta até três e respira”? Pois bem, ela é baseada em um método muito eficaz, um ótimo exercício para esses momentos é respirar profunda e longamente, contando até três (ou até seis se conseguir)  tanto para inspirar, quanto para expirar. E lembre-se, quando o ar entra em nossos pulmões, o correto é que primeiro se encha o abdômen, depois a área das costelas e por fim o tórax. Depois você deve fazer o caminho inverso, esvaziando primeiramente o tórax, depois a região das costelas e por último o abdômen.

Exercite sua respiração

 

Se você sofre de algum problema respiratório como, rinite, sinusite, desvio de septo ou adenóide aumentada, você precisa exercitar sua respiração. Um exercício bem simples é tapar a narina esquerda e inspirar profundamente com a direita, depois tampar a direita e expirar com a esquerda. Isso também vai lhe ajudar a identificar em qual lado você tem mais dificuldade.  Lembrando sempre que se você estiver sentindo muita dificuldade para respirar, seja durante o dia, na prática de um exercício ou até mesmo na hora de dormir, você precisa consultar um otorrinolaringologista. Além de um tratamento, peça que ele lhe ensine exercícios específicos para o seu tipo de problema.  

 

Esteja ciente

 

Mesmo depois de criar o hábito de respirar corretamente, não significa que você não precisa mais prestar atenção à sua respiração. Ao menos três vezes por semana reserve 5 minutos do seu tempo para observá-la. Deite-se no chão ou em sua cama sem usar travesseiro ou almofadas na cabeça, para que seu corpo fique totalmente reto,  depois posicione uma mão em seu abdômen e a outra em seu tórax  e acompanhe os movimentos. Parece simples e até banal, mas faça um teste e você mesmo atestará a eficácia desse exercício.

 

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais