O Pilates ajuda a tonificar os músculos?  

Saber se o Pilates ajuda a tonificar os músculos é uma das dúvidas mais comuns de quem se interessa pela prática. Afinal, é normal acharmos que uma atividade de execução lenta não trabalhe de forma intensa a musculatura, como acontece nas academias, por exemplo.  

Já adiantamos a resposta para essa pergunta: sim, o Pilates age nos músculos e – acredite – bastante! No texto de hoje, vamos explicar como ele funciona e se ele é realmente indicado para a hipertrofia. Confira! 

 

O Pilates ajuda a tonificar os músculos até a hipertrofia?  

 

Primeiro, vamos entender o Pilates de uma maneira mais ampla. As aulas são intensas e costumam evoluir conforme o aluno se desenvolve. A execução lenta trabalha o corpo como um todo e o alonga, além de trazer mudanças positivas para a respiração também. 

Porém, quando falamos em hipertrofia, não é possível dizer que o Pilates sozinho seja capaz de conseguir esse resultado. Isso porque ele trabalha os músculos de uma forma geral e não isolada. Ou seja, aquele crescimento mais intenso que acontece quando vamos à uma academia e exercitamos um músculo por vez não acontece no Pilates tão rapidamente. 

O que não significa que as aulas não sejam capazes de gerar tonificação muscular. Pelo contrário: quando há um trabalho geral no corpo, os resultados são progressivos e excelentes!  

 

Pilates e musculação – Resultados em todos os sentidos 

 

Quem deseja garantir a hipertrofia, precisa saber que o Pilates ajuda a tonificar os músculos e, com isso, gerar treinos mais efetivos na academia. 

Ou seja, unir a musculação com as aulas pelo menos duas vezes por semana, trará ganhos excelentes, como: 

 

  • Menos dores ao exercitar os músculos. Isso significa que as séries poderão aumentar e os resultados de hipertrofia serão muito mais expressivos. 

 

  • Mais força muscular, gerando treinos mais intensos, com maior peso e resultados mais rápidos. Quem pratica o Pilates, sem dúvidas, sai na frente quando o assunto é gerar musculatura.  

 

  • As aulas podem ocorrer nos dias de descanso obrigatório dos músculos. Além de ajudarem no condicionamento geral, ainda melhoram a respiração e diminuem os processos inflamatórios. 

 

Conclusões 

 

Não há dúvidas de que o Pilates ajuda a tonificar os músculos. Porém, essa tonificação é generalizada, já que as aulas trabalham grupos musculares de uma única vez – diferente da musculação que trabalha com eles isoladamente. 

Ou seja, quem tem como principal intuito ganhar mais saúde e tônus muscular pode se beneficiar facilmente apenas das aulas de Pilates. Já quem busca a hipertrofia, pode aliar ambas as atividades e potencializar os ganhos.  

De toda forma, a atividade física é fundamental para a saúde em geral. Seja para trazer resultados estéticos ou mesmo para garantir mais saúde, ambas as modalidades são excelentes – e ficam ainda melhores juntas! 

E quem deseja emagrecer, pode unir o Pilates com o aeróbico – como explicamos em um post aqui no blog!  

 

Se você se interessou pelo o quanto o Pilates ajuda a tonificar os músculos, agende uma aula gratuita em um Studio mais próximo da sua casa! Estamos te esperando!  

Deixe seu comentário

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais