Praticando Pilates no Pós-parto

O período logo após o parto, também chamado de Puerpério, é um período extremamente importante para a mãe e para o bebê, inicia-se uma nova fase onde a reconexão com o seu novo corpo é muito importante. Estudos afirmam que mulheres que praticam Pilates antes e/ou durante e depois da gestação tendem a ter uma recuperação mais rápida no pós-parto.

Praticar Pilates no pós-parto é muito importante pois ajuda a mãe a se recuperar após este grande acontecimento, voltar a ter uma vida ativa, além de dar energia e prepará-la para esta nova fase de sua vida que é ter e cuidar de um filho. Veja a seguir os benefícios do Pilates no pós-parto:

Ajuda na postura

Durante a gravidez a postura muda, pois tem um ser crescendo dentro de você e com isso o corpo muda, você passa a pesar mais e a sua estrutura óssea se modifica para acolher o bebê, com isso a coluna começa a sofrer uma tensão. Esta tensão pode se agravar após o nascimento do bebê com a nova rotina, praticar o Pilates no pós-parto fortalece a musculatura estabilizando o tronco e alinhando a coluna, fazendo com que a postura melhore.

 

Fortalece o abdômen

Este benefício é muito importante para começar a voltar à sua forma física anterior, aumentando a rigidez, estabilidade e força física, o que reflete diretamente no dia a dia da mãe que terá uma grande demanda de afazeres em relação ao novo bebê, com o abdômen fortalecido a mãe sofrerá menos com as tarefas diárias, além é claro de perder peso. Além do abdomen é importante focar também em exercícios nos membros superiores e inferiores, pois estes fortalecidos irão ajudar na condição da mãe que vai passar a carregar o bebê no colo entre outras atividades que exigem esforço.

 

Vigor e Bem estar

Muitas mães podem sentir-se fracas após a gestação, o que é normal, devido às várias mudanças físicas e hormonais, a amamentação e a nova rotina. Ao praticar Pilates o seu corpo ganhará mais estabilidade, proporcionando então uma sensação de revigoração e estabilidade emocional, podendo também ajudar em uma possível depressão pós parto. A queda dos níveis hormonais de progesterona e estrogênio podem causar sensações de cansaço e tristeza frequentes, praticar Pilates eleva os níveis de endorfina no organismo, melhora a qualidade do sono, a auto estima, estimulando o prazer e bem estar.

 

Alivia dores

Após o parto o útero da mãe passa por um processo de “cicatrização”, seu tamanho passa a diminuir e os vasos sanguíneos começam a voltar ao lugar contraindo as paredes uterinas provocando dor. No pós-parto é muito comum também haver dores nas costas, com os exercícios de alinhamento da coluna, correção da postura e reabilitação da musculatura abdominal e assoalho pélvico essas dores tendem a aliviar por completo, trazendo uma melhor qualidade de vida para mãe e também para o bebê.

 

Importante

Após o parto natural, que possui uma recuperação mais rápida, recomenda-se a voltar com as atividades físicas após 15 dias. Já o pós-parto de uma cesariana possui uma recuperação mais lenta, recomendando voltar com as atividades físicas após um mês de recuperação da cirurgia, a prática de Pilates deve ser de maneira leve, sem forçar muito a musculatura abdominal, focando em alongamento nos membros superiores e inferiores, as atividades podem voltar ao normal após 40-60 dias, variando de mulher para mulher. Por isso é importante que a mãe converse com o seu médico e tenha uma liberação para as práticas dos exercícios, cada corpo é único, assim como cada processo de de pós-parto.

É importante um bom senso, querer voltar à sua forma é bom, mas foque mais na sua saúde e na do bebê, tenha moderação, o excesso de exercícios pode afetar na produção de leite e prejudicar a amamentação. No mais, curta muito esta nova fase com o seu bebê! 

 

Pilates é bom antes durante e depois da gestação, não deixe de agendar uma aula experimental conosco, clique – aqui – para saber mais.

Deixe seu comentário

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais