Conheça a história sobre o surgimento Pilates

A história do Pilates é a história de uma vida dedicada à saúde e ao bem-estar. Cada vez mais popular em todo o mundo, o método começou a ser desenvolvido no início do século XX, fruto da força de vontade de um menino para superar suas dificuldades físicas.

Em 1880, na Alemanha, nascia Joseph Pilates. Acometido pela asma, febre reumática e raquitismo desde pequeno, ele passaria toda a infância e adolescência se dedicando a buscar exercícios para melhorar a saúde. Neste sentido, o exemplo que obteve dos pais foi fundamental.

Pilates era filho de um ginasta e de uma naturopata. Do pai, captou a preocupação com o desenvolvimento do corpo, esforçando-se para adquirir mais força e flexibilidade. Da mãe, adquiriu uma visão holística sobre a saúde, característica da naturopatia, que investiga e busca tratar o ser humano como um todo, evitando remédios industrializados.

Os esforços de Pilates, com destaque para o controle da respiração, logo surtiram efeito, e ele conseguiu se livrar das doenças que o debilitavam. O gosto pelo cuidado com a saúde, no entanto, permaneceu. Durante a adolescência, estudou com afinco livros de anatomia, fisiologia, biologia, física e medicina tradicional chinesa.

Além disso, era adepto de diversas atividades físicas, como ginástica, boxe, ioga e kung fu. A síntese entre todos esses conhecimentos e práticas está na própria essência do Pilates, capaz de unir métodos ocidentais e orientais de treinamento do corpo e da mente.

Os primeiros alunos e aparelhos de Pilates

Em 1912, Pilates se mudou para a Inglaterra, onde trabalhou como lutador de boxe, artista de circo e instrutor de defesa pessoal na Scotland Yard, a polícia londrina. Mas, com o início da Primeira Guerra Mundial, em 1914, foi preso juntamente com outros alemães que residiam em território britânico.

Pilates foi detido na Ilha de Man, onde funcionava um acampamento para cidadãos de países em conflito com a Inglaterra. As péssimas condições de higiene e acomodação do local tornavam a sobrevivência muito difícil. Em vez de se abater, Joseph encarou a situação como um desafio.

Todos os dias, liderava o grupo de detentos de seu pavilhão em séries de exercícios que havia desenvolvido. Nem mesmo os pacientes acamados ficavam de fora. Para que pudessem se exercitar, Pilates prendeu molas (tiradas de colchões) às cabeceiras das camas, fazendo com que as pessoas pudessem desenvolver um pouco mais de resistência.

Foi a base para a criação de uma série de aparelhos de Pilates, utilizados até hoje, com leves adaptações. A ideia central passa pelo trabalho do corpo contra a resistência das molas, de maneira suave e fluida. O praticante desenvolve seus músculos de forma equilibrada, aumentando força e flexibilidade.

Com o fim da guerra, em 1918, Pilates retornou à Alemanha. Trabalhou em conjunto com o especialista em dança Rudolph Laban e lutou boxe em Hamburgo. Sua fama fez com que fosse chamado para treinar policiais de Berlim e, posteriormente, soldados do exército.

Surge o estúdio de Pilates

Por volta de 1926, com o início da ascensão nazista, Pilates decide emigrar para os EUA. No navio, rumo à sua nova pátria, conhece a enfermeira Anna Clara Zuener, com quem acabaria se casando.

Os dois fundam um estúdio, em Nova Iorque, em 1929. A proximidade do local com a Broadway faz com que muitos artistas pratiquem os exercícios criados por Pilates. Estrelas como Martha Graham e George Balantine estão entre seus primeiros clientes.

Esse contato com dançarinos profissionais leva Pilates a adicionar novos exercícios e posturas a seu método, derivados de posições do balé clássico. Até a década de 1960, ele e Clara trabalham diretamente no estúdio.

Após a morte de Pilates, em 1967, aos 83 anos, alguns de seus alunos mais próximos se encarregam de levar o método adiante, espalhando o conhecimento e treinando novos professores.

No Brasil, o primeiro estúdio de Pilates foi criado em 1991, por Alice Becker. Hoje, o método beneficia mais pessoas a cada dia, sem distinção de idade ou forma física. Experimente você também!

Nas palavras do próprio Joseph Pilates: “Eu devo estar certo. Nunca tomei uma aspirina, nunca perdi um dia em minha vida. O país inteiro, o mundo inteiro deveria fazer meus exercícios. Eles seriam mais felizes”.

Quer se aprofundar mais sobre o método? Baixe gratuitamente o ebook  que mostra como o Pilates vai mudar a sua vida.

Deixe seu comentário

Um comentário em “Conheça a história sobre o surgimento Pilates

Comentários estão encerrados.

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais