Vale a pena comer mais proteínas do que carboidratos?

Vale a pena comer mais proteínas do que carboidratos?
Avalie este post

Comer mais proteínas do que carboidratos tem sido uma estratégia adotada por muitas pessoas ao redor do mundo, em uma dieta denominada como “Low Carb”, ou seja, “Menos Carboidratos” ou “baixo índice de carboidratos”, na tradução literal.

Mas mesmo quem não segue esse tipo de dieta tem percebido que aumentar a ingestão de proteínas é uma boa solução para ajudar a diminuir a fome, por exemplo.

Será então que vale a pena investir na proteína para esse propósito de perder peso e até mesmo pela saúde? Separamos no texto de hoje algumas informações sobre esse assunto, veja abaixo!

Agende a Sua Aula Experimental

Agende a Sua Aula Gratuita num dos mais de 60 Espaços Pure Pilates em São Paulo.

Comer mais proteínas do que carboidratos? Por quê?

Antes de começarmos a falar sobre as dicas em relação à proteína, vale a pena entender o porquê as pessoas apostam nessa estratégia, seja quem treina ou mesmo quem quer emagrecer. Os motivos são simples:

1- A proteína traz saciedade e isso é excelente para quem pretende perder peso. Com menos fome, come-se uma quantidade menor e menos calorias, claro – o que resulta em uma perda de peso ao longo dos meses.

2- A proteína é também uma boa aliada de quem faz musculação. Estudos indicam que são elas as responsáveis pelo crescimento dos músculos de maneira saudável. Não é à toa que muitos atletas fazem reposição de proteínas através de suplementos, como Whey Protein, por exemplo.

Dito tudo isso, esses dois motivos são bastante importantes para que o consumo de proteínas aumente. Mas será que vale a pena torná-la a principal fonte nutricional do nosso corpo?

Dicas para comer a quantidade certa de proteínas

Separamos abaixo algumas dicas que vão te ajudar a entender melhor qual a quantidade mais adequada de proteínas ingeridas no dia. Veja:

1- Não exagere em nenhuma mudança alimentar. É claro que comer proteínas é excelente e aumentar a ingestão não vai te fazer mal. Porém, não deixe de comer outros nutrientes, como o carboidrato, a não que você tenha a ajuda de um médico ou de um nutricionista para fazer isso de maneira saudável. Caso contrário, vá aos poucos, respeitando o seu corpo sempre.

2- Além de ir aos poucos, é importante observar as reações do seu corpo. A diminuição drástica dos carboidratos pode levar a fadiga e alguns sintomas ruins, como dores de cabeça fortes. Evite passar por isso e tente comer de maneira saudável sem cortar nada sem ter o aval do seu médico.

3- Comer mais proteínas é bom, mas evite frituras por causa disso. Prefira alimentos mais leves, como verduras e frutas, ao invés de carnes embebidas no óleo. A melhor alternativa é ter uma alimentação balanceada.

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos!

Deixe seu comentário

Descubra como Pure Pilates Ajudou Mais de 15.000 Pessoas

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais