Como evitar lesões ao praticar Pilates

Para qualquer exercício físico é importante ter o acompanhamento de um profissional, principalmente quando o exercício requer repetição de movimentos. O Pilates é conhecido por auxiliar o corpo na recuperação e também na prevenção de lesões, isso acontece por conta dos movimentos fisiológicos que o exercício proporciona, que são movimentos naturais do corpo humano, mas sem o acompanhamento de um profissional competente e qualificado o resultado pode ser o oposto do esperado. Para evitar lesões ao praticar Pilates professores e alunos devem ficar atentos às posições e movimentos de cada exercício.

9 Dicas para evitar lesões durante a prática do Pilates

1. Inicie em amplitude máxima

Ao iniciar a aula com exercícios de amplitude máxima você evita a sobrecarga articular e a pressão intra-articular, prevenindo lesões nas cartilagens.

2. Dor é sinal de alerta

Ao sentir qualquer tipo de dor avise o seu professor imediatamente. Praticar exercícios de maneira errada pode causar lesões nas articulações.

3. Faça correções posturais

Ao executar as posições fique atento ao alinhamento da coluna. Peça ajuda ao instrutor para fazer correções na postura e tirar o máximo de proveito possível das aulas de Pilates.

4. Respeite o seu tempo de aprendizado

Tenha confiança e certeza que dominou exercícios básicos antes de avançar para exercícios que requerem maior esforço. Ao pular etapas de aprendizado você excederá seus limites e poderá provocar lesões graves em seus músculos, tendões e ligamentos.

5. Cuide com os movimentos da cabeça                             

Exercícios que envolvem movimentos da cabeça devem ser feitos com calma e cuidado. Movimentos bruscos podem causar lesões na cervical e desencadear vertigens por conta da alteração do labirinto.

6. Atenção aos aparelhos           

Ao fazer exercícios com aparelhos ou equipamentos certifique-se que o professor o preparou para você. Peças soltas ou mal posicionadas podem causar acidentes. Além disso, é importante verificar se a sua roupa ou cabelo estão fora do alcance dos movimentos das molas dos aparelhos.

7. Inicie com cinco repetições

Nas primeiras aulas repita apenas cinco vezes cada padrão de exercício, isso irá auxiliar na diminuição do índice de fadiga muscular e na probabilidade de lesões. Ao perceber que o músculo não treme mais com cinco repetições é um sinal de que há ganho de resistência muscular e com isso o numero pode ser aumentado de forma segura para o corpo.

8. Realize exercícios de grandes alavancas

É importante realizar estabilizações estáticas ou dinâmicas da coluna vertebral com exercícios de grandes alavancas, ainda que haja movimentos do tronco, como flexões e extensão da coluna. Movimentos com alavancas ativam o músculo transverso do abdômen, que, somados com exercícios que ativam o glúteo máximo auxiliam na estabilização da coluna lombar.

9. Realize treinos com estímulos sinestésicos intensos

Esses estímulos são produzidos por meio do toque nos músculos que contraem ao máximo gerando uma maior conexão entre a mente e o músculo, ou seja, maior recrutamento neuromuscular e menor as chances de fadiga e lesões. É importante que esses exercícios estejam presentes nas primeiras quatro aulas.

Ainda que o aluno preste atenção em sua postura e nas dicas que demos nesse post, é imprescindível ter um professor com formação adequada e capacitado para auxiliar e conduzir os exercícios em todas as etapas da prática do Pilates.

Na Pure Pilates os profissionais são extremamente capacitados para garantir que lesões de nenhum tipo ocorram durante as aulas. Veja aqui qual unidade está mais perto de você e agende uma aula.

Deixe seu comentário

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais