Qual o máximo de aulas de Pilates que devo fazer por semana?

Qual o máximo de aulas de Pilates que devo fazer por semana?
Avalie este post

É comum que as pessoas tenham dúvidas em relação à quantidade de aulas de Pilates que devem fazer por semana. Isso porque existem muitos pacotes disponíveis, que vão desde apenas uma aula por semana até três ou quatro.

Mas será que existe um máximo de aulas ou não há problema treinar diariamente? Quais são as recomendações de quem entende do assunto? No texto de hoje, vamos falar um pouco sobre esse assunto e tentar esclarecer essa que é uma dúvida muito comum na hora de fechar um plano com o studio. Confira abaixo!

Existe um máximo de aulas de Pilates por semana?

Black Week

Vem pra Pure
30% DE DESCONTO!

Primeiro, vamos desmistificar a ideia de que exista um máximo de aulas de Pilates por semana que você possa fazer. Na realidade, quem treina há muitos anos pode, inclusive, fazer isso diariamente, seja no studio ou mesmo em casa, com aparelhos próprios ou com o peso do corpo.

Porém, para quem está começando, pode ser interessante ir com calma, talvez se mantendo, no máximo, em três dias de treino e dois de descanso, evitando cansaço excessivo e conseguindo conciliar com outras atividades, como os aeróbicos nos dias intercalados – é o caso da corrida, da bike ou da caminhada simples.

Os benefícios de usar o Pilates como atividade principal

Como explicamos, não há um máximo de aulas de Pilates que você pode fazer por semana. Mas, é comum que as pessoas comecem a aumentar os dias, partindo de um na semana para até três – o que tornaria o Pilates sua atividade principal da semana.

Separamos abaixo os benefícios de ter o Pilates como um exercício principal e praticar outros nos dias intercalados:

1- O Pilates promove mais força muscular e te ajudará a queimar mais calorias. Sabe-se que, quanto mais músculos desenvolvidos, mais o corpo queima calorias. Então, se você praticar Pilates como atividade principal, a perda de peso será bem mais intensa, já que a atividade une o aeróbico com o trabalho nos músculos.

2- O Pilates é uma atividade prazerosa, logo, fazer exercícios vai se tornar menos maçante do que quando optamos por algo que não gostamos. Tornar um exercício prazeroso como principal é fundamental para que não haja a desistência.

Gostou das dicas de hoje? Compartilhe o texto nas redes sociais com seus amigos. Até a próxima!

Deixe seu comentário

Descubra como Pure Pilates Ajudou Mais de 15.000 Pessoas

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais