O Pilates ajuda a criar músculos? Entenda melhor!

O Pilates ajuda a criar músculos? Entenda melhor!
5 (100%) 1 vote

Muitas pessoas se perguntam se o Pilates ajuda a criar músculos. Se ele é um exercício de resistência, faz sentido que tenha um impacto na criação da massa magra e, em consequência, dos músculos, correto?

Para explicar melhor, hoje separamos algumas informações relevantes sobre o assunto, além de dicas de como gerar a hipertrofia com o Pilates. Confira!

 

Agende a Sua Aula Experimental

Agende a Sua Aula Gratuita num dos mais de 60 Espaços Pure Pilates em São Paulo.

Pilates ajuda a criar músculos sozinho?

 

Vamos começar o texto sendo objetivos: o Pilates ajuda a criar músculos de uma forma geral, porém, não localizada. O que isso significa na prática? Existem alguns pontos que podem ser considerados:

 

  • O Pilates ajuda a criar músculos trabalhando grupos musculares de uma única vez. Ou seja, ao fazer as aulas, o aluno tem a possibilidade de criar massa magra e aumentar o tamanho dos músculos de forma mais generalizada.

 

  • Na prática, isso significa que não há a hipertrofia. Ela acontece quando trabalhamos um músculo por vez, com séries repetidas e até com ajuda de suplementação. O Pilates, apesar de ajudar na criação muscular, não faz o mesmo que a musculação direcionada.

 

  • O que é importante ressaltar são os resultados do Pilates. Você pode não ter a hipertrofia de uma musculação, mas tem uma definição muscular proporcional bastante agradável esteticamente.

 

  • Além de tudo isso, a prática ajuda a criar músculos saudáveis, mais difíceis de serem perdidos ao longo do tempo. É uma forma excelente de ter um corpo definido sem exageros.

 

Mas e quem deseja ter a hipertrofia? Como o Pilates ajuda?

 

Como o Pilates ajuda a criar músculos de maneira generalizada, ele também é ótimo para a hipertrofia. Isso porque a prática vai ser interessante para quem faz a musculação – vamos falar dos benefícios dessa união mais abaixo!

 

  • O Pilates evita dores da musculação

 

Quando fazemos musculação para gerar hipertrofia, a dor é quase inevitável. Mas, ao fazer Pilates, o seu corpo estará mais preparado muscularmente para receber os impactos dos aparelhos, ajudando a evitar aquelas dores mais capazes de comprometer o treino.

Obviamente, o Pilates não consegue impedir todos os desconfortos que um treino de hipertrofia pode trazer, mas ele alivia bastante!

 

  • O Pilates evita lesões

A mesma proteção contra dores acontece quando falamos das lesões. Por preparar os músculos de uma forma bem generalizada, o Pilates evita que as lesões sejam muito severas – protegendo os músculos de uma distensão, por exemplo.

Mas, é sempre fundamental ter acompanhamento de um profissional de educação física, pois os treinos de hipertrofia podem ser bem severos com o corpo. Comece aos poucos e tente fazer suplementação de qualidade nesse processo.

 

O Pilates, além de ajudar a criar músculos de forma geral, ele ainda é um exercício prazeroso e que tem tudo para ser um aliado dos treinos na academia. Outro ponto positivo é trazer outros tipos de exercício ao corpo, evitando que um membro fique mais forte do que outro.

 

Gostou das dicas sobre o assunto de hoje? Compartilhe nas redes sociais com seus amigos. E, se desejar fazer uma aula experimental gratuita, procure uma unidade Pure Pilates perto de você!

 

Deixe seu comentário

Descubra como Pure Pilates Ajudou Mais de 15.000 Pessoas

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais