O Pilates tem níveis de dificuldade? Qual é o meu?

O Pilates tem níveis de dificuldade? Qual é o meu?
Avalie este post

Ao começar um novo exercício, é comum que as pessoas se perguntem quais os níveis de dificuldades e intensidade que ele oferece. Na prática do Pilates, isso não é diferente. Os alunos mais interessados costumam fazer diversas perguntas sobre a atividade e tentam entender como ela pode impactar no seu corpo.

Mas, afinal, será que o Pilates tem níveis de dificuldades? Se sim, quais são eles? No texto de hoje, vamos falar explicar mais sobre esse assunto. Confira abaixo!

Agende a Sua Aula Experimental

Agende a Sua Aula Gratuita num dos mais de 60 Espaços Pure Pilates em São Paulo.

Pilates tem níveis de dificuldade?

Na realidade, o Pilates tem níveis diferentes de intensidade, que podem ser encaradas como dificuldades pela maioria das pessoas. Esses níveis têm relação com algumas informações sobre o aluno:

1- Sedentarismo: Se o aluno é mais sedentário, provavelmente ele deverá começar suas aulas de Pilates em um nível iniciante, que é menos intenso e que tem como objetivo ajudar o corpo a se acostumar com o exercício.

De forma geral, mesmo alunos que já treinam em alguma academia, por exemplo, costumam iniciar no Pilates de maneira mais tranquila, já que a prática pode ser mais intensa do que eles estão acostumados.

Então, podemos dizer que há o nível iniciante nas aulas e que ele é o mais comum para quem está começando a praticar Pilates.

2- Tipo físico: Mesmo que o aluno não seja sedentário, ele pode estar muito acima do peso, o que irá demandar que a prática seja iniciada aos poucos. Nesse caso, é possível começar em um nível mais intermediário, já que o aluno está mais acostumado a exercícios físicos, embora apresente aumento de peso devido a outros fatores, como alimentação exagerada ou metabolismo mais lento.

3- Disposição em geral: Já para os casos onde o Pilates é oferecido no nível mais avançado, é porque o aluno tem mais disposição, um tipo físico mais forte e está acostumado com exercícios, de preferência com o Pilates em si.

Vou subir de nível e fazer exercícios mais intensos um dia?

Ao saber que o Pilates pode ser mais ou menos intenso, os alunos podem se preocupar achando que irão continuar recebendo os mesmos exercícios por muito tempo. Na realidade, a prática sempre visa a evolução corporal dos alunos, o que significa que todos vão, aos poucos, fazendo aulas mais dinâmicas e intensas, capazes de desafiar seus corpos de uma maneira geral.

É claro que o seu tipo físico e a forma como o seu corpo lida com os exercícios pode deixar o processo mais ou menos lento. Mesmo assim, haverá uma evolução, ainda que ela seja mais lenta.

A dica para quem quer passar para exercícios mais intensos é focar na dieta e tentar ir para o Pilates mais vezes na semana – assim, o seu corpo tende a se acostumar com as séries e ter mais resistência para as que exigem mais dele.

Gostou das dicas de hoje? Já sabe se o Pilates tem níveis de dificuldades e qual é o seu? Compartilhe o texto nas redes sociais com seus amigos e familiares. Até o próximo texto!

Deixe seu comentário

Descubra como Pure Pilates Ajudou Mais de 15.000 Pessoas

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais