Pilates: Para quem ele é indicado?

Quando pensamos em exercícios físicos como o Pilates, logo nos deparamos com uma série de dúvidas. Algumas sobre suas indicações e seus possíveis riscos para quem é sedentário ou tem problemas musculares e de ossos. E você sabe para quem o Pilates é indicado?

Será que esse tipo de atividade possui algum risco ou exige acompanhamento profissional? Responderemos todas essas dúvidas no texto de hoje. Confira!

 

Para quem o Pilates é indicado?

 

Vamos ser diretos na resposta dessa pergunta: em relação ao Pilates, não há contraindicações conhecidas, a não ser em casos onde o médico restringe qualquer tipo de atividade física.

Ou seja, se você é sedentário, está acima do peso ou tem medo de não poder realizar as aulas, não se preocupe! O Pilates é muito inclusivo!

Porém, vale lembrar: se o seu médico disse que é preciso evitar atividades ou que seja necessário repousar, obviamente não é uma boa ideia começar uma prática contra aquilo que te foi instruído. E isso vale para qualquer outra atividade física.

Pilates exige acompanhamento profissional?

 

Se você tinha dúvidas sobre para quem o Pilates é indicado ou melhor, quem não deve praticá-lo, provavelmente também se preocupa se ele exige o acompanhamento profissional. E a resposta é sim! Não faça aulas de Pilates por conta própria e sem a ajuda de pessoas que saibam como guiar os exercícios.

Por atuarem na musculatura, na postura e no corpo em geral, as aulas devem ser observadas de perto. Aliás, é muito raro que o Pilates seja realizado com dezenas de pessoas juntas, exatamente por causa da necessidade de acompanhamento de perto.

 

Quem pode fazer Pilates? Indicações!

 

Agora que você já compreendeu para quem o Pilates é indicado no geral, vamos trazer algumas orientações mais específicas sobre o perfil de pessoas que mais se beneficia com a prática. Confira:

 

  •  Pessoas que possuem problemas de postura, que não conseguem corrigir ou que sofrem de dores na coluna pelos maus hábitos. O Pilates ajuda nesse quesito e diminui muito o desconforto. Vale lembrar que é importante procurar um médico para garantir que o problema não tem outra origem além da má postura.

 

  •  Pessoas que querem perder peso de forma saudável e gradual e que buscam uma atividade recorrente e prazerosa, que não exige muito esforço exagerado na parte aeróbica. O Pilates traz motivação e ajuda nesse processo de forma incrível.

 

  •  Quem deseja começar uma atividade, é sedentário e quer iniciar aos poucos. Seus instrutores vão te ajudar nesse começo e jamais irão forçar a barra em uma atividade que não está acostumado. Essa evolução será gradual e sempre dentro dos seus limites corporais. Em pouco tempo, você notará que tem mais disposição, força muscular e até está apto a começar outra atividade física paralela ao Pilates.

 

  • Outro grupo para quem o Pilates é indicado são as pessoas que sofrem de depressão, ansiedade e estresse exacerbado. A atividade relaxa, dá prazer e muda completamente sua relação com o corpo. Há o que chamamos de “conexão mente e corpo” e isso é bem raro na maioria dos exercícios, que trabalham o corpo de uma forma mais agitada. O resultado é uma melhora na qualidade de vida como um todo.

 

  •  Por fim, vale lembrar que atletas e pessoas que já praticam exercícios pesados podem se beneficiar muito do Pilates para aumento da força muscular como um todo. Bailarinos e dançarinos também são ótimos candidatos à prática, que foi originalmente criada para eles.

 

Percebeu que o Pilates é indicado para vários grupos e que não tem restrições? Se você se interessou, não deixe de nos procurar e fazer uma aula experimental totalmente gratuita. Se gostar do resultado, faremos um pacote especial para sua necessidade do momento!

 

Deixe seu comentário

Reserve sua aula gratuita!

Agendar Agora

Seja um franqueado!

Saiba mais